domingo, 9 de março de 2008

Facilidade para o cliente!

Para melhor lembrança do endereço do Blog do Matheus Araújo estamos mudando para Nosso Seridó. Ao mesmo tempo este blog está sendo desativado e em breve deletado. Para melhor divugação! Divugue você também!

Para acessar nosso novo endereço Clique Aqui ou http://www.nossoserido.blogspot.com

segunda-feira, 3 de março de 2008

Parada de atualização!

Leitores desse blog, quero comunicar que por motivo da minha saúde vou ter que deixar de atualizar algumas e no máximo uma semana...

Espero que me entendam! Agradeço desde já!

Valeu galerinha!

sábado, 1 de março de 2008

Missa de jovens mudará de local

A Missa dos Jovens que de costume é celebrada no Santuário do Sagrado do Coração de Jesus será hoje celebrada na Matriz de Nossa Senhora da Conceição, às 20h.

O motivo é de um encontro que está sendo realizado do ECC (Encontros de Casais com Cristo), e o pároco decidiu deixar restrito o Santuário e o Centro Pastoral Coração de Jesus para serem usados pelos casais.

Segundo informações o Santuário será usado de capela para o encontro.

A Missa das Crianças também ocorrerá a mesma mudança.

CDS completa hoje mais um ano de educação

Hoje (01), o Colégio Diocesano Seridoense (CDS) da cidade de Caicó-RN está completando 66 anos de vida na educação.

Enquanto o Educacionário Santa Teresinha era interno para mulheres, o CDS era interno para rapazes.

Um pouco sobre o CDS...

Antes
O Ginásio Diocesano Seridoense foi fundado em 1º de março de 1942 pelo primeiro bispo de Caicó D. José de Medeiros Delgado, iniciando suas atividades escolares com 41 alunos matriculados nos cursos de primário e de admissão. A primeira diretoria do GDS, nomeada pelo então bispo Dom José Delgado, ficou assim constituída: Diretor - Mons. Walfredo Gurgel, Vice-Diretor - Pe. Manuel da Costa, Secretário - Pe. Mário Damasceno, Diretor Espiritual - Pe. Milton Medeiros. Era Inspetor Federal: Dr. Joffre Ariston de Araújo. Em 1943 começou a funcionar a 1º Série Ginasial com 51 alunos. O nome do Estabelecimento criou fama em todo o Estado pela repercussão de seu padrão educacional.O colégio transformou-se em um patrimônio cultural do Seridó, tendo sido, por muito tempo o único colégio masculino da região.Em 1960, o então Bispo Diocesano, Dom Manuel Tavares de Araújo, fundou o Colégio Comercial Seridoense, atendendo à necessidade de dar à região um curso noturno de 2º ciclo, que mais se coadunasse com as possibilidades da região e do povo e passou a receber alunos do sexo feminino. No ano de 1964, devido ao grande número de jovens a requerer matrícula, o Colégio ampliou as suas instalações e criou o primeiro curso Científico da Região do Seridó.Durante muitos anos, o colégio abrigou em suas instalações a Escola Mons. Walfredo Gurgel, de ensino de 1º grau, hoje já funcionando em instalações próprias.

Hoje
De forma pioneira na região do Seridó, especificamente, em Caicó, o Colégio Diocesano Seridoense vem modernizando, com avançadas metodologias e tecnologias, o processo ensino-aprendizagem dos educandos nas áreas científica, tecnológica, cultural e esportiva, além de prepará-los eficazmente para vestibulares e concursos diversos (recorde em aprovação). Desde 1995, o colégio tem, como principal colaborador desse desenvolvimento, o Sistema Objetivo de Ensino, com materiais e práticas educativas modernizadas.Com a maior equipe de professores de toda a região do Seridó e o melhor material do país, o CDS - Objetivo coloca à disposição de sua clientela laboratório de ciências, levando o alunado a um profundo mergulho em Química, Física e Biologia, onde aprendem de forma prática e eficiente os intricados caminhos da Ciência.Na posição de primeiro colégio a se informatizar na região do Seridó, o Diocesano conta com um laboratório de informática, aplicando a inserção digital no mundo globalizado, com orientação e discernimento de conteúdos apropriados à prática educativa. Ainda dentro da prática ensino-aprendizagem, utilizando-se da informatização, o colégio conta com uma sala de vídeo moderna e equipada com os melhores instrumentos de áudio e vídeo projeção.O CDS ainda se destaca nas áreas de cultura, com teatro, dança e aulas extracurriculares, além da educação infantil com o lançamento do NEI (Núcleo de Educação Infantil) e NEF (Núcleo de Ensino Fundamental), coordenado e trabalhado por profissionais altamente preparados em suas funções. Assim, o CDS segue fazendo de sua história a história do Seridó.Nos últimos anos o Diocesano tem atingido altos índices de aprovações nas maiores universidades do Nordeste, tendo sido considerado o nº 01 em aprovações no vestibular do interior do estado.A atual diretoria do CDS Objetivo, hoje assim chamado pelo sistema de ensino adotado pelo colégio, é constituída por: Diretor: Mons. Ausônio Tércio de Araújo, Vice-Diretor(a): Francisco Joaquim de Sousa Filho, Tesoureira: Maria Goretti Silva, Secretário: Bento Gustavo de Araújo.

Informações CDS - Objetivo

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Seminaristas caicoenses vêm estudar em Natal

O Seminário de São Pedro, este ano, recebe quatro seminaristas da Diocese de Caicó. Os seminaristas Cláudio Dantas de Oliveira, Ítalo Márcio Pereira, Josenilton Hipólito de Araújo e Luiz Carlos Alves da Silva estudarão o primeiro ano do curso de Teologia e residirão no Seminário, juntamente com os demais seminaristas da Arquidiocese de Natal e de outras Dioceses.

A vinda dos formandos caicoenses para Natal foi acertada entre o Bispo de Caicó, Dom Manoel Delson Pedreira da Cruz, e o Arcebispo de Natal, Dom Matias Patrício de Macêdo. O projeto de Dom Delson é instalar em Natal um anexo do seminário de sua Diocese, onde os estudantes poderão residir durante o período letivo, enquanto estudam no Seminário de São Pedro.

Atualmente o Seminário de São Pedro conta um total de setenta e dois seminaristas, sendo 63 da Arquidiocese de Natal, 04 da Diocese de Bonfim – BA, 04 da Diocese de Caicó e 01 da Diocese de Palmeira dos Índios – AL.

Do blog: O seminarista Cláudio Dantas de Oliveira é natural de nossa cidade, Jardim do Seridó.

Por Seminário São Pedro

Organizadores preparam a Caminhada dos Mártires

Representantes do Departamento de Estradas de Rodagem, das Secretarias de Turismo do Rio Grande do Norte e dos municípios de São Gonçalo e Canguaretama, o Mons. Lucas Batista Neto e o jornalista Roberto Guedes começam a organizar a Caminhada dos Mártires 2008. “Recentemente nós nos reunimos e fizemos o percurso de ida e volta, saindo da Basílica dos Mátires, no bairro de Nazaré, em Natal, indo até às comunidades de Cunhaú e Uruaçu”, informa o Mons. Lucas, que representa a Arquidiocese de Natal, nessa equipe.

Ele disse que o objetivo do percurso que a equipe fez é melhorar os pontos de estrangulamento e inserir a Caminhada na programação da Festa dos Mártires, no dia 3 de outubro deste ano. Vários pontos que precisam melhorar foram vistos e as providências serão tomadas pelos órgãos do poder público, principalmente pelo DER e as Secretarias de Turismo do Estado e dos dois municípios, até o dia da festa, em outubro dese ano.

Em 2008, a Caminhada sairá da Basílica dos Mártires, no bairro de Nazaré, Natal, passará por Parnamirim, São José de Mipibu, Goianinha, Canguaretama e Cunhaú. Dali, retorna por Canguaretama, Goianinha, Santo Antônio, Brejinho, Monte Alegre, Macaíba (Ferreiro Torto), Pajuçara e Uruaçu. Este é o percurso feito pela equipe, recentemente.


Por Cacilda Medeiros

Arquidiocese realiza Caminhada pela Vida

O coordenador da Campanha da Fraternidade na Arquidiocese de Natal, Pe. José Freitas Campos, definiu a programação da Caminhada pela Vida, a ser realizada no dia 6 de março, a partir das 7h30. Começa com a celebração de Missa, às 7h30, na Igreja de Mãe Luíza, com presença de alunos, diretores e professores de escolas.
Depois da missa, haverá a caminhada, saindo da capela de Mãe Luíza para a Maternidade Januário Cicco. Em frente à Maternidade, haverá a dramatização de uma peça teatral, focalizando a questão do aborto e o respeito à vida, dentro do tema central da Campanha da Fraternidade.
Ao mesmo tempo, o tema da CF 2008 - Fraternidade e Defesa da Vida - está sendo debatido em todas as paróquias da Arquidiocese, na capital e no interior, de diversas formas. Nas paróquias, também, as coordenações estão orientando os fiéis para o gesto concreto da Campanha, que é a Coleta Nacional, a ser realizada no dia 16 de março. Cada paróquia tem a liberdade de organizar a coleta conforme sua realidade.


Por Arquidiocese de Natal

Paixão de Cristo: 57 anos de história


O espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém começou a ser encenado nas ruas da vila de Fazenda Nova, Pernambuco, no ano de 1951, graças à iniciativa do patriarca Epaminondas Mendonça. Depois de ter lido em uma revista como os alemães da cidade de Oberammergau encenavam a Paixão de Cristo, Mendonça teve a idéia de realizar um evento semelhante durante a Semana Santa para atrair turistas e movimentar o comércio local. A vila de Fazenda Nova, onde aconteceram essas primeiras encenações, fica bem próxima do local onde hoje se situa a cidade-teatro. O espetáculo da pequena vila contava com a participação de familiares e amigos dos Mendonça.

A idéia de construir uma réplica da cidade de Jerusalém para as encenações da Paixão foi de Plínio Pacheco que chegou a Fazenda Nova em 1956. Mas o plano só veio a se concretizar em 1968, quando foi realizado o primeiro espetáculo na cidade-teatro de Nova Jerusalém. Desde então, já são 40 anos de apresentações ininterruptas dentro das muralhas, atraindo espectadores de todo o Brasil e do mundo.


Atores e atrizes se apresentarão no maior teatro ao ar livre


O maior teatro ao ar livre do mundo, Nova Jerusalém, apresentará no ano de 2008 atores e atrizes em seus palcos da Paixão de Crito.

Um pouco sobre algum deles...

Natalia Guimarães
Mineira de Juiz de Fora, a Miss Brasil 2007, Natalia Guimarães, 22 anos, interpretará Maria Madalena na Paixão de Cristo da Nova Jerusalém este ano. Natalia Guimarães alcançou notoriedade ao vencer o Miss Brasil no ano passado. Depois teve uma pequena participação na novela Dance Dance Dance, da Band, e conquistou ainda o segundo lugar no Miss Universo, colocação só obtida por uma brasileira em 1972. A bela já se ambientou com a Nova Jerusalém, pois pousou para fotos e participou das filmagens dos comerciais de TV.

Thiago Lacerda
O ator carioca Thiago Lacerda, 28 anos, interpretará Jesus na Paixão de Cristo de Nova Jerusalém na temporada deste ano. Thiago esteve em Pernambuco nos dias 10 e 11 de janeiro para gravar parte dos filmes para TV da campanha publicitária do espetáculo, a cargo da Publikimagem Comunicação. O ator já viveu o Cristo em Nova Jerusalém em 2004 e disse que conhece bastante o personagem e se entusiasma por encarnar novamente o papel. &147;Cresci dentro da religião católica, cercado de referências. Então já estudei muito, fiz muita pesquisa, para fazer esse papel. Agora é uma revisitada", revela. Segundo a produtora Xuruca Pacheco, Thiago foi escolhido pelo "carisma, talento, beleza" e por já haver encenado o papel. O ator se mostra encantado com as características do teatro ao ar livre. "É um lugar único, aquelas muralhas no Agreste, aquela imensidão, que promovem uma reflexão sobre uma história de amor e sabedoria, e também o fato de estar diante de mais de oito mil pessoas por dia fazem com que a encenação tenha características especiais", pontua. Suas passagens prediletas no espetáculo são o Monte das Oliveiras e a seqüência de Herodes. "Me emocionam muito".

Este ano conta com tais números:
- 41 anos de espetáculo;
- 500 atores e figurantes;
- 400 profissionais que formam as equipes de som, luz, restaurante, hospedagem, posto médico, segurança, contra-regra, guarda-roupa, administração e coordenação;
- 24 mil refeições são servidas a atores, figurantes e equipes técnicas e administrativas nos dias de espetáculos e de ensaios;
- 860 refletores são utilizados para iluminar os cenários e platéias, num total de, aproximadamente 1,29 milhão de watts de potência;
- 280 caixas acústicas com potência total de 154 mil watts de som;
- 700 figurinos fazem parte do guarda-roupa principal e roupas reservas;
- 13 catracas eletrônicas para dar acesso ao público.
- 100 mil m² é a área total da cidade-teatro;
- 8 dias de espetáculo;
- 8 mil pessoas é a média de público por dia, no evento;
- mais de 2,5 milhões de pessoas já assistiram ao espetáculo;
- Na temporada de 2007, quando comemoramos os 40 anos da Paixão de Cristo da Nova Jerusalém, o público alcançou o recorde de 72.000 mil pessoas, provenientes de 23 estados brasileiros e de 11 países. (Números confirmados pela pesquisa de opinião realizada pelos alunos do Curso de Turismo da Fafire).

15/03 - Sábado = R$ 40,00

16/03 - Domingo = R$ 30,00
17/03 - Segunda = R$ 30,00
18/03 - Terça = R$ 30,00

19/03 - Quarta = R$ 30,00
20/03 - Quinta = R$ 30,00
21/03 - Sexta = R$ 40,00
22/03 - Sábado = R$ 30,00
Veja o ELENCO em ordem de aparição AQUI

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Pastoral da Juventude realiza Via Sacra Encenada

A Pastoral da Juventude está organizando a encenação da Via Sacra, que é quase a mesma coisa da encenação da Paixão de Cristo.

Ontem (26), se deu inicio aos ensaios fazendo um teste teatral com os atores da Via Sacra encenada e hoje deu procedimento com o ensaio do texto que será apresentado.

No evento também haverá a presença de uma parte dos atores que encenaram os espetáculos anteriores da Paixão de Cristo, antes dirigida pelo atual Vigário Paroquial da Paróquia de São Sebastião de Parelhas, Padre Emanuel Medeiros de Araújo, que também deu sua ajuda no teste dos atores.

Só o que nos resta é esperar chegar o mês de março e termos mais informações sobre o evento...

Jovens rezam Vias-Sacras

O Grupo Jovem Adonay em parceria com o Setor Missionário Santa Teresinha (Centro), está realizando neste ano dedicado aos jovens, a Via Sacra nas ruas que compreendem o Setor Missionário.

Hoje (27), a Via Sacra foi rezada na Rua Dr. Ruy Mariz, saindo do Café Icla e terminando próxima a Praça Dr. Paulo Gonçalves, vulgo "Praça da Saudade".

Chuvas em nossa região

Por serem próximas, as cidades de Jardim do Seridó e Ouro Branco apresentaram o mesmo grau de chuvas.

Na noite desta terça-feira (26/02), em Ouro Branco, choveu 12 mm, segundo o Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Apesar da pouca intensidade da chuva, os moradores se assustaram mesmo com a intensidade dos relâmpagos e trovões.

Em nossa cidade Jardim do Seridó, não fomos informados da quantidade de água derramada em nossas terras, mas a chuva por motivo dos relâmpagos e trovões, ocorreram apagões rápidos em ruas da cidade.

Na cidade conhecida como a cidade mais quente da região, Caicó, também não deixaria de cair as abençoadas chuvas. Informações nos dizem que começou aproximadamente às 21h e durou até o começo da manhã.

Outras cidades não nos deram informações...


Informações Lenilson Azevedo

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Chuvas finalmente chegaram

Depois da chuva que ocorreu no Açude Passagem das Traíras, já anunciada. A chuva chegou na cidade nestes últimos dois dias (domingo e segunda-feira), dando assim para satisfazer a sede do gado e encher um pouco nossos reservatórios.

Nós seres humanos agradecemos ao nosso Deus maior, pois só Ele pode nos dá a chuva ainda desejada, ainda não estamos satisfeitos senhor manda chuva.

domingo, 24 de fevereiro de 2008

Ano com muitos eventos na Paróquia de Ouro Branco

Por ocasião da Assembléia Paroquial, vários eventos foram anunciados para o ano de 2008, destacando-se:

Em abril (dia 19), estará se ordenando sacerdote mais um filho de Ouro Branco: o Diácono Jocimar Domiciano. A celebração acontecerá na Catedral de Sant’Ana, em Caicó. No dia seguinte à Ordenação, o novo sacerdote deverá celebrar sua primeira Missa na Matriz do Divino Espírito Santo, em ouro Branco.
De 22 a 29 de junho, acontecerá a tradicional Festa da Colheita. Em sua 39ª edição, a Festa ocorre com celebrações na zona rural do município, encerrando-se na cidade, com o desfile e confraternização em frente à Matriz. O objetivo da festa é o agradecimento a Deus pelos frutos e dons recebidos durante o ano, sejam eles frutos do trabalho do homem do campo ou da cidade.

No mês de agosto, acontecerá a celebração pelos 25 anos de existência da Cruzada Eucarística. O Movimento atravessa gerações, e hoje os fundadores vêem seus filhos e filhas coordenando e participando do mesmo. A festa já começa a ser preparada.

A Festa do Divino Espírito Santo, padroeiro da cidade, acontecerá de 02 a 12 de outubro.


Por Zonal 5

Conferência Regional da Juventude chega a Caicó neste sábado

O Governo do Estado, promove, por intermédio da Subsecretaria Estadual de Juventude (Sejuv), mais uma etapa das Conferências Regionais de Juventude neste sábado (23/02) em Caicó. O objetivo das reuniões é levar aos jovens potiguares a oportunidade de debater os parâmetros e as diretrizes das políticas nacional e estadual para o segmento, levando em conta os aspectos de cada localidade ao democratizar o acesso ao debate em todas as regiões do Estado. Duas conferências já foram realizadas: em Ceará-Mirim, no último dia 14 e em Itajá, na quinta-feira (21).

"Nós, da Sejuv, estamos trabalhando no sentido de levar as pré-conferências ao maior número possível de localidades, o que será fundamental para ampliar a discussão e fortalecer o protagonismo juvenil na construção da política pública", afirma Marco Aurélio, subsecretario de Juventude, órgão vinculado à Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania.

As discussões nas conferências ocorrem em plenárias e grupos de debate, que tratam dos seguintes temas: cidade; cultura; diversidade; drogas; educação; família; liberdades; meio ambiente; mídia; política; saúde; sexualidade; tempo livre e trabalho.

Os encontros regionais servem também para eleger representantes para conferência estadual, que por sua vez vai eleger os delegados para a conferência nacional. Ao final, cada conferência terá respondido a duas perguntas centrais. Quais os sete principais desafios da juventude brasileira? Quais as 21 soluções prioritárias para os (as) jovens?

O resultado final levantado por cada conferência regional será discutido na 1ª Conferência Estadual de Juventude do Rio Grande do Norte, prevista para acontecer de 28 a 30 de março deste ano, em Natal.

FONTE: ASSECOM/RN

Paróquia realiza Encontro de Formação para Catequistas e Assessores da IAM

A Coordenação de Catequese da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Jardim do Seridó realizou nos dias 23 e 24/02 um encontro de formação para os catequistas da Primeira Eucaristia, Crisma e Assessores da Infância e Adolescência Missionária (IAM).

O tema proposto foi: “Catequese como Educação da Fé”. A luz do Diretório Nacional de Catequese, o Pe. Fabiano, Pe. Joaquim e a Irmã Elizabete discorreram, de formas diferentes acerca de como os catequistas e assessores devem conduzir e serem conduzidos na caminhada catequética.

Este foi um encontro animado e recheado de dinâmicas e músicas que ajudam no desenvolvimento e na criatividade dos catequizandos.

Na manhã do dia 24 foi elaborado o calendário para os trabalhos neste semestre tanto na catequese de Primeira Eucaristia, quanto para a Infância e Adolescência Missionária.

Por Zonal 5

Chuvas desejadas chegam aos poucos

Foto: Matheus Araújo

Visão de uma parte da Barragem Passagem das Traíras

Ontem (23), deu alguns chuviscos no sítio Passagem das Traíras, que tem esse nome por ser o local onde é localizado a Barragem Passagem das Traíras, que abastece a cidade de Jardim do Seridó-RN.

Os chuviscos começaram já no final da tarde.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Dom Matias ordena nove Diáconos em março


Dom Matias, Pe. Valtair, Pe. Teixeira e 7 dos seminaristas que serão ordenados

Nove seminaristas da Arquidiocese de Natal serão ordenados Diáconos, dia cinco de março, às 17 horas, no Monumento aos Protomártires do Brasil, em Uruaçu, município de São Gonçalo do Amarante. Serão ordenados os seminaristas Francisco de Assis Rodrigues de Lima, Iranildo Virgílio da Cruz, Jailton da Silva Soares, José Irineu da Silva, José Marcelo Cezarino Cruz, Marcelo Bezerra Coutinho e Rogério Ferreira Barros, da Arquidiocese, e Ir. Francisco Calheiro Filho e Magno Jales da Costa, da congregação dos Filhos de Sant’Ana.

A celebração será presidida pelo Arcebispo de Natal, Dom Matias Patrício de Macêdo, e concelebrada por vários padres da Arquidiocese. A data da ordenação coincide com os oito anos da beatificação dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, André de Soveral, Ambrósio Francisco Ferro, Mateus Moreira e seus companheiros.
Cedida

Dom Matias, Pe. Valtair, Pe. Teixeira e 7 dos seminaristas que serão ordenados

O seminarista Francisco Lima ingressou no seminário em 1999, como vocacionado da paróquia do beato Ambrósio Francisco Ferro, do Planalto, e hoje faz estágio na Paróquia de São Paulo do Potengi; Iranildo Cruz ingressou em 2001, vindo de Nova Cruz, e hoje faz estágio em Pendências; Jailton da Silva também ingressou em 2001, vindo de Macau, e hoje faz estágio na Área Pastoral de Várzea e Espírito Santo; José Irineu entrou no seminário em 2000, vindo de Monte Alegre, e faz estágio em Santa Cruz; Marcelo Cezarino ingressou em 1999, vindo de Nova Cruz, e está estagiando na Área Pastoral de Santa Clara, no Pitimbu; Marcelo Coutinho entrou no Seminário em 2000, vindo da Paróquia de São Lucas, no Amarante, e faz estágio em Santa Maria e Ielmo Marinho; Rogério Ferreira ingressou em 2001, vindo de São José de Mipibu, e faz estágio pastoral em Jão Câmara.




Arquidiocese de Natal

São José de Mipibu reabre Igreja Matriz

Foto: José Bezerra

Igreja Matriz de Sant’Ana e São Joaquim, antes da restauração
A paróquia de Sant’Ana e São Joaquim, de São José de Mipibu, realizará intensa programação para comemorar os 246 anos de criação e a reabertura da Igreja Matriz, que passou por uma restauração. Os trabalhos na Matriz foram realizados ao longo de mais de um ano, com recursos da comunidade, conseguidos através de campanhas. A programação comemorativa aos 246 anos de criação da paróquia será realizada de 18 a 24 de fevereiro. Na programação, a paróquia lembra a frase do salmista: “Que alegria quando ouvi que me disseram: vamos à casa do Senhor”.

Dentro dos festejos, haverá missa e bênção do Santíssimo Sacramento, no período de 18 a 21. No dia 22, haverá a programação de reabertura da Matriz. Às 5 horas, haverá alvorada; às 12 horas, pipocaço e buzinaço; às 18 horas, procissão, com as inagens de Sant’Ana e São Joaquim, seguindo-se a missa solene que marcará a reabertura da Matriz. Nos dias 23 e 24, haverá celebração de missa, na Matriz. Os trabalhos de restauração da Matriz foram possíveis, graças às ajudas de muitos fiéis, que colaboraram nas campanhas visando arrecadar material e recursos para custear as despesas.

Arquidiocese criará Área Pastoral

As Comunidades de Santa Maria e Ielmo Marinho, até agora pertencentes à Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, de Riachuelo, serão transformadas em Área Pastoral Nossa Senhora da Conceição. A criação da nova Área Pastoral ocorrerá no dia três de março próximo, por decreto assinado pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Matias Patrício de Macêdo.

A instalação da nova Área Pastoral ocorrerá no dia três de março, às 19h30, durante a celebração da missa, na Igreja de Nossa Senhora da Conceição, de Santa Maria. Na mesma ocasião, o Pe. Darci Lopes de Araújo será empossado como responsável pela Área Pastoral.


Por Arquidiocese de Natal

D. Eugenio Sales recorda que locais de culto bem cuidados são eficazes meios de evangelização


D. Eugenio Sales recorda que locais de culto bem cuidados são eficazes meios de evangelização

O cardeal Eugenio de Araújo Sales afirma que nas mais diversas religiões existe o lugar sagrado e, «quem nele entra, deve fazê-lo do modo de agir e de vestir condizente com o Sagrado».

Para além disso, recorda o arcebispo emérito do Rio de Janeiro, «em uma igreja católica acresce uma observância de regras mais exigentes, pois nossa fé nos ilumina com a presença real no Sacrário, em cujo interior está a Eucaristia, Jesus Cristo vivo sob as espécies sacramentais».

Dom Eugenio Sales teceu considerações sobre o decoro nos lugares sagrados em mensagem aos fiéis difundida sexta-feira passada pelo site de sua arquidiocese.

VEJA MAIS CLICANDO NO TÍTULO!

Paróquia do Divino Espírito Santo ganhará um blog na internet

A notícia de modo fácil e em tempo real, algo possibilitado pela criação dos “blogs”, tomou conta da web, e a cada dia que passa mais pessoas e instituições se utilizam deste meio para levar informações ao mundo.

A Paróquia do Divino Espírito Santo, de Ouro Branco-RN, ganhou o seu espaço na net. No endereço www.paroquiaourobranco.blogspot.com, você poderá conferir notícias da paróquia, horários de celebrações, informações sobre a história da Paróquia; enfim, tudo o que você quiser saber sobre esta comunidade.

O site ainda está em construção, e nos próximos dias estarão disponíveis todas as informações.


Por Lenilson Azevedo

sábado, 9 de fevereiro de 2008

Ouro Branco recebe com alegria suas novas Irmãs Josefinas

No último dia 26/01, a Paróquia do Divino Espírito Santo, de Ouro Branco-RN, recepcionava seu novo administrador paroquial, o ourobranquense Pe Carlos Henrique de Jesus Nascimento.

Na noite de ontem (08/02), foi a vez de a comunidade recepcionar as três irmãs que auxiliarão nos trabalhos da Paróquia. A irmã Maria Aparecida Feliz (à esquerda) é natural de Imaculada-PB; a irmã Maria Helena da Silva (meio) é de Ibiapina-CE, conterrânea da irmã Maria de Lourdes Alves de Souza (à direita).

As irmãs participaram da Missa em Ação de Graças e em seguida receberam as boas vindas dos que estavam presentes na Matriz do Divino Espírito Santo.

Nos próximos dias, segundo o Pe Carlos Henrique, a Paróquia fará sua Assembléia Pastoral, um momento em que serão planejadas as atividades a serem realizadas no ano de 2008.

Fonte: Lenilson Azevedo

Papa propões fiéis descobrirem Cristo

Bento XVI propõe aos fiéis que nesta Quaresma descubram Cristo nos pobres através da esmola.
A esmola é precisamente o tema da mensagem que ele escreveu por ocasião deste período litúrgico de preparação para a paixão, morte e ressurreição de Jesus, que neste ano começará em 6 de fevereiro, Quarta-Feira de Cinzas.
O lema escolhido pelo Papa está tomado de uma das cartas de São Paulo «Cristo fez-Se
pobre por vós» (2 Coríntios 8, 9).
«A Quaresma convida-nos a ‘treinar-nos’ espiritualmente, nomeadamente através da prática da esmola, para crescermos na caridade e nos pobres reconhecermos o próprio Cristo», alenta o pontífice na mensagem apresentada hoje aos jornalistas.

Por Padre Flávio

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Paróquia realizará estudo sobre a CF 2008

A nossa paróquia, Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, realizará amanhã (9), um estudo sobre a Campanha da Fraternidade 2008, que nos traz o tema “Fraternidade e defesa pela Vida” e o lema “Escolhe, pois, a Vida” (Dt 30,19).

Dentro da programação do referido estudo, está um vídeo de 15 minutos sobre a CF.
ORAÇÃO DA CF 2008

Ó Deus Pai e Criador, em vós vivemos, nos movemos e somos! Sois presença viva em nossas vidas, pois nos fizestes à vossa imagem e semelhança. Proclamamos as maravilhas de vosso amor presentes na criação e na história. Por vosso Espírito, tudo se renova e ganha vida.

Nosso egoísmo muitas vezes desfigura a obra de vossas mãos, causando morte e destruição. Junto aos avanços, presenciamos tantas ameaças à vida. Que nesta quaresma acolhamos a graça da conversão, tornando-nos mais atentos e fiéis ao Evangelho.

Que o compromisso de nossa fé nos leve a defender e promover a vida no seu início, no seu crescimento e também no seu declínio. Vosso Filho Jesus Cristo, crucificado-ressuscitado, nos confirma que o amor é mais forte que a morte. Como seus discípulos queremos “escolher a vida”.

Maria, mãe da Vida, que protegeu e acompanhou seu Filho, da gestação à ressurreição, interceda por nós, Amém!

OPTAR PELA VIDA

Iniciamos a Campanha da Fraternidade 2008. Seu tema é “Fraternidade e Defesa da Vida”, e o lema “Escolhe, pois, a vida”. Vida, por sinal, já foi o tema de várias campanhas da CNBB: Reconstruir a vida (1974), Fraternidade e vida (1984); também aparece em lemas: Para que todos tenham vida (1984), A serviço da vida e da esperança (1998), Vida sim, drogas não (2001), Vida, dignidade e esperança (2003), Água, fonte de vida (2004) e Vida e missão neste chão (2007).
A escolha do tema deste ano é a “expressão da preocupação com a vida huma-na, ameaçada desde o início pelo aborto até sua consumação com a eutanásia”. Tema preciso e desafiador! Somos colocados diante de uma escolha entre a morte (aborto e eutanásia) e a vida.
O lema se inspira na Bíblia. O povo de Israel se encontrava a caminho da Terra Prometida. Em sua longa peregrinação, foi encontrando vários povos, com os quais devia se relacionar e dialogar. Esses povos tinham outra cultura e outros deuses, aos quais era solicitado a adorar, esquecendo Javé que os havia libertado da escravidão do Egito. Optar por esses deuses significaria esquecer o projeto libertador de Javé e, por-tanto, a morte. Optar pelo Deus libertador significaria caminhar para a liberdade, e, portanto, para a vida (Dt 30,11ss). Coube ao povo escolher! E o povo - ainda que en-tre lutas e sacrifícios - escolheu a vida! E foi fiel a Javé e à caminhada libertadora!
Este dilema se coloca para nós hoje no que diz respeito à vida. Estamos vivendo numa cultura, na qual muitos defendem, com base nos atuais conhecimentos científi-cos sobre a fertilidade humana, uma posição de liberdade quanto à geração de filhos. O argumento é de que o bebê aceito dentro de um planejamento familiar terá melho-res condições afetivas e materiais para seu desenvolvimento. Ao contrário, os bebês concebidos em situações de ignorância, imprudência, aventura e irresponsabilidade social não teriam condições ideais de vida. Os que se declaram favoráveis ao aborto afirmam que a defesa da vida, como proposto na Campanha da Fraternidade, é assun-to religioso. E a sociedade, ao se autodefinir como laica, pode traçar caminhos pró-prios, alegando, inclusive, razões de saúde pública.
Entretanto, se contemplarmos o espetáculo maravilhoso da natureza, tudo o que nos encanta - desde as mais pequeninas células de nosso organismo até a grande-za dos astros - e nos dermos conta de que tudo isto “conspira” em favor da vida, não poderíamos deixar de nos interrogar sobre a origem de tudo isto.
Quem nos fala expressamente da origem da vida é a Bíblia. Após criar o mundo, Deus disse que “tudo era bom” (Gn 1,21), e quando criou o ser humano, homem e mulher, disse que “era muito bom” (Gn 1,31). O mundo criado por Deus é belo. Proce-demos de um desígnio divino de sabedoria e amor.
O Documento de Aparecida nos ajuda a refletir: “A vida é presente gratuito de Deus, dom e tarefa que devemos cuidar desde a concepção, em todas as suas etapas, até a morte natural, sem relativismos. A globalização influi nas ciências e em seus mé-todos, prescindindo dos procedimentos éticos. Discípulos de Jesus, temos que levar o Evangelho ao grande cenários delas, promover o diálogo entre ciência e fé e, nesse contexto, apresentar a defesa da vida. Este diálogo deve ser realizado pela ética e em casos especiais por uma bioética bem fundamentada. A bioética trabalha com essa base epistemológica, de maneira interdisciplinar...” (DA, 464-5).
“Assistimos hoje a novos desafios que nos pedem ser voz dos que não têm voz. A criança que está crescendo no seio materno e as pessoas que se encontram no ocaso de suas vidas são exigência de vida digna que grita ao céu. A liberalização e a banali-zação das práticas abortivas são crimes abomináveis, como também a eutanásia” (DA, 467). O texto base nos convoca ao discernimento sobre: vida, pessoa humana, avanço das ciências, esterilidade conjugal, gestação indesejada, manipulação do embrião, vida afetivo-sexual, pobreza, violência, sofrimento e morte.
Como o Povo de Deus, é preciso optar pela vida. E quem heroicamente fez a opção pela vida de seu bebê foi Santa Gianna Beretta Molla. Nascida em 1922, em Magenta, perto de Milão na Itália, teve ótima educação cristã. Formou-se em medicina e cirurgia pela Universidade de Pavia e se especializou em pediatria na Universidade de Milão. Em 1955, casou-se com Pietro Molla. Teve 1 filho e 3 filhas. Na gravidez da úl-tima, foi descoberto um fibroma no útero. Consciente do problema, levou para frente a gravidez e disse a seu médico: “Se você precisa decidir entre eu e a criança, escolha a criança”. Deu à luz à criança e uma semana depois faleceu, com 39 anos de idade. Foi reconhecida a santidade de sua vida manifestada no heroísmo desta opção pela vida de sua filha. Foi canonizada em 16 de maio de 2004.
Deus nos conceda zelar pela vida e a lutar por políticas públicas em sua defesa, tendo presente neste ano eleitoral, ações que visem garantir o direito à vida, em cum-primento do artigo 5º da Constituição Federal e dar aos idosos dignas condições de vida. Santa Gianna Beretta Molla interceda!

Dom Jacyr Francisco Braido, CS, Bispo de Santos

Igreja volta a celebrar Missa dos Jovens

A Paróquia de Nossa Senhora da Conceição tem a honra de começar a celebrar à tradicional Missa dos Jovens amanhã (9). Amanhã a referida missa será celebrada às 19h, por causa de um estudo que acontecerá depois da missa.

Este ano em que a Diocese de Caicó teve o privilégio de dedicar ao futuro do nosso país que são os jovens. Estes que precisam de Deus, para que “escolha, pois, a Vida”, principalmente aqueles que estão no mundo das drogas e que estão na cadeia. Para que Deus derrame às suas bênçãos e dê a eles a graça da conversão.

Fevereiro

8- Mt 9,74-15
9- Lc 5, 27-32
10- Mt 4, 1-11
11- Mt 25, 31-46
12- Mt 6, 7-15
13- Lc 11, 29-32
14- Mt 7, 7-12
15- Mt 5, 20-26
16- Mt 5, 43-48
17- Mt 17, 7-9
18- Lc 6, 36-38
19- Mt 23, 1-12
20- Mt 20, 17-28
21- Lc 16, 19-31
22- Mt 16, 13-19
23- Lc 15, 1-3.11-12
24- Jo 4, 5-42
25- Lc 4, 24-30
26- Mt 18, 21-35
27- Mt 5, 17-19
28- Lc 11, 14-23
29- Mc 12, 28b-34

Evangelho!

A partir de hoje vocês terão a lista do santo Evangelho dos mês do ano. Se possível também colocaremos um breve comentário sobre as palavras evangelho.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Pe. Gobbi participa de Cenáculo em Natal

O fundador do Movimento Sacerdotal Mariano, Pe. Stéfano Gobbi, estará em Natal, dia 15 deste mês. Ele vem participar do Cenáculo Regional do Movimento Sacerdotal Mariano, que acontecerá na Catedral Metropolitana. A programação terá início às 16 h, com reza do terço, seguida de uma meditação feita pelo Pe. Gobbi. Às 17h30, haverá missa, presidida pelo Pe. Gobbi. Na ocasião será feito o ato de consagração ao Coração Imaculado de Maria.
O Movimento Sacerdotal Mariano nasceu na Itália, em 1972, por iniciativa do Pe. Stéfano Gobbi. Em maio naquele ano, ele fazia uma peregrinação por Fátima, Portugal, quando teve uma inspiração: rezar pelos padres e formar, com eles, um grupo de oração consagrado ao Imaculado Coração de Maria. A partir daí, nasceu o Movimento e se espalhou pelo mundo inteiro.


Por CNBB

“Escolha, pois, a Vida” (Dt 30,19)

A Campanha da Fraternidade deste ano nos traz um lema muito importante para o mundo em que estamos vivendo. Mundo este que só se escuta em tele jornais e rádios, suicídios, na maioria, de jovens e adolescentes, por motivos bestas e a maior causa é a falta de Deus.

O lema nos proporciona uma opção de “escolher, pois, a vida”, dom que Deus nos deu. “Eu vim para que tenhas vida e vida em abundancia”, diz o santo evangelho.

Deus nosso Pai criou “a vida e o bem, e ao contrário a morte e o mal” (Dt 30,15). Então, esse versículo nos faz refletir. Para que resista ao mal e a morte, e andeis no caminho do Senhor teu Deus e o ames, então, Deus nos propõe “Escolher, pois, a Vida”.

Novo blog!

Acabou de ser lançado o nosso Blog "A Fé Católica", mais um blog de evangelização no mundo.
Você encontrará doutrinas católicas, temas polêmicos, artigos e muito mais.

Clique Aqui ou acesse http://www.afecatolica.blogspot.com/ e comprove o que estamos anunciando!

Histórico de Campanha da Fraternidade

Esta iniciativa foi lançada, em nível nacional, no dia 26 de dezembro de 1963, sob a influência do espírito do Concílio Vaticano II. O tempo do Concílio foi fundamental para a concepção e estruturação da Campanha da Fraternidade e da renovação eclesial. Os bispos brasileiros, reunidos em Roma e hospedados na mesma casa, começaram a arquitetar um plano de ação que pusesse em prática as determinações que receberiam então. Nesse contexto, nasceu e cresceu a Campanha da Fraternidade.

Em 20 de dezembro de 1964, os Bispos aprovaram o fundamento inicial da mesma intitulado: "Campanha da Fraternidade - Pontos Fundamentais apreciados pelo Episcopado em Roma". Em 1965, tanto Cáritas quanto Campanha da Fraternidade, que estavam vinculadas ao Secretariado Nacional de Ação Social, foram vinculadas diretamente ao Secretariado Geral da CNBB. A CNBB - passou a assumir a CF. Nesta transição, foi estabelecida a estruturação básica da CF. Em 1967, começou a ser redigido um subsídio maior que os anteriores para a organização anual da CF. Nesse mesmo ano iniciaram também os encontros nacionais das Coordenações Nacional e Regionais da CF. A partir de 1971, participam deles também a Presidência e a Comissão Episcopal de Pastoral.

Em 1970, a Campanha da Fraternidade ganhou um apoio: a mensagem do Papa em rádio e televisão em sua abertura, na quarta-feira de cinzas. A mensagem papal, lida neste dia, ainda enriquece as aberturas, dando incentivo importante.

Ao longo dos mais de trinta anos, podem ser destacadas as seguintes fases nos seus temas:

Primeira fase: Em busca da renovação interna da Igreja
Renovação da Igreja
1964 - tema: Igreja em Renovação/ Lema: Lembre-se: você também é Igreja
1965 - tema: Paróquia em Renovação/ Lema: Faça de sua paróquia uma Comunidade de fé, culto e amor
Renovação do Cristão
1966 - tema: Fraternidade/ Lema: Somos responsáveis uns pelos outros.
1967 - tema: Co-responsabilidade/ Lema: Somos todos iguais, somos todos irmãos.
1968 - tema: Doação/ Lema: Crer com as mãos.
1969 - tema: Descoberta/ Lema: Para o outro, o próximo é você.
1970 - tema: Participação/ Lema: Participar.
1971 - tema: Reconciliação/ Lema: Reconciliar.
1972 - tema: Serviço e Vocação/ Lema: Descubra a felicidade de servir.
Segunda fase: A Igreja Católica preocupa-se com a realidade social do povo, denunciando o pecado social e promovendo a justiça (Concílio Vaticano II, Conferência de Medellín e Conferência de Puebla
1973 - tema: Fraternidade e Libertação / Lema: O egoísmo escraviza, o amor liberta
1974 - tema: Reconstruir a Vida / Lema: Onde está teu irmão?
1975 - tema: Fraternidade é Repartir / Lema: Repartir o Pão
1976 - tema: Fraternidade e Comunidade / Lema: Caminhar juntos
1977 - tema: Fraternidade na Família / Lema: Comece em sua casa
1978 - tema: Fraternidade no Mundo do Trabalho/ Lema: Trabalho e justiça para todos
1979 - tema: Por um mundo mais humano / Lema: Preserve o que é de todos
1980 - tema: Fraternidade no mundo das Migrações Exigência da Eucaristia / Lema: Para onde vais?
1981 - tema: Saúde e Fraternidade / Lema: Saúde para todos
1982 - tema: Educação e Fraternidade / Lema: A verdade vos libertará
1983 - tema: Fraternidade e Violência /Lema: Fraternidade sim, violência não
1984 - tema: Fraternidade e Vida /Lema: Para que todos tenham Vida
Terceira fase: A Igreja Católica volta-se para situações existenciais do povo brasileiro
1985 - tema: Fraternidade e fome / Lema: Pão para quem tem fome
1986 - tema: Fraternidade e terra / Lema: Terra de Deus, terra de irmãos
1987 - tema: A Fraternidade e o Menor / Lema: Quem acolhe o menor, a Mim acolhe
1988 - tema: A Fraternidade e o Negro / Lema: Ouvi o clamor deste povo!
1989 - tema: A Fraternidade e a Comunicação /Lema: Comunicação para a verdade e a paz
1990 - tema: A Fraternidade e a Mulher / Lema: Mulher e homem: imagem de Deus
1991 - tema: A Fraternidade e o Mundo do Trabalho / Lema: Solidários na dignidade do trabalho
1992 - tema: Fraternidade e Juventude / Lema: Juventude - caminho aberto
1993 - tema: Fraternidade e Moradia / Lema: Onde moras?
1994 - tema: A Fraternidade e a Família / Lema: A família, como vai?
1995 - tema: A Fraternidade e os Excluídos / Lema: Eras tu, Senhor?
1996 - tema: A Fraternidade e a Política / Lema: Justiça e paz se abraçarão!
1997 - tema: A Fraternidade e os Encarcerados / Lema: Cristo liberta de todas as prisões.
1998 - tema: Fraternidade e educação / Lema: A serviço da vida e da esperança
1999 - tema: Fraternidade e os desempregados / Lema: Sem trabalho... Por quê?
2000 (ecumênica) - tema: Dignidade humana e paz / Lema: Novo milênio sem exclusões
2001 - tema e lema: Vida sim, drogas não! /
2002 - tema: Fraternidade e povos indígenas / Lema: Por uma terra sem males!
2003 - tema: A fraternidade e as pessoas idosas / Lema: Vida, dignidade e esperança.
2004 - tema: A fraternidade e a água / Lema: Água, fonte de vida.
2005 - tema: Campanha da fraternidade ecumênica / Lema: Felizes os que promovem a paz!
2006 - tema: Fraternidade e pessoas com deficiência / Lema: Levanta- te e vem para o meio!
2007 - tema: Fraternidade e Amazônia/Lema: Vida e missão neste chão.
2008 - tema: Fraternidade e Defesa da Vida /Lema: Escolhe, pois, a Vida .

Fonte: Wikipédia

Quaresma, que tempo é esse? Porque não se canta o glória e o aleluia?

A Quaresma, assim entendida, é o tempo oportuno em que a Graça de DEUS nos é oferecida mais copiosamente para a nossa conversão mais radical. Cada fiel católico saberá discernir os meios eficazes (jejum, abstinência, obras de caridade...) para mais e mais se libertar dos resquícios do pecado que ficam no fundo do coração humano.

Durante todo o tempo da quaresma a Igreja nos oferece os meios para que possamos nos manter firmes: a Via Sacra, o jejum, onde mortificamos a carne, a esmola, onde nos desprendemos do que é material e a confissão Sacramental onde vivemos o apelo da Igreja: “Convertei-vos e crede no evangelho”.

Este tempo é composto de cinco semanas e termina na quarta-feira da Semana Santa. A cor usada é a roxa, as flores e a música são moderadas e não se canta o Glória e o Aleluia, com exceção no 4o Domingo que é chamado de “Domingo de Alegria”, é a alegria de estarmos próximos da Páscoa. Neste Domingo pode-se usar a cor rosa.

Neste tempo da quaresma em algumas igrejas usa-se cobrir as imagens de roxo (significa recolhimento, mas não é obrigatório cobri-los).

Para valorizar este tempo tão importante, a Igreja no Brasil promove a Campanha da Fraternidade para nos incentivar a rezar e trabalhar por uma causa. Por exemplo: Os excluídos, os sem trabalhos, os índios, etc...

Senador Federal homenageia Monsenhor Jonas Abib e Canção Nova

O Senador Federal, Cícero de Lucena Filho, hoje (07) na reunião do Senado fez sua homenagem à Canção Nova e ao seu fundador Monsenhor Jonas Abib, assim contando a história do seguinte canal.

O referido senador cita em uma de suas palavras dirigidas ao presidente do senado, seus colegas do senado e óbvio que aos telespectadores que assistiam aquele momento, que é um canal que não é preciso propagandas para o sustento do canal e sim dos fiéis que é quem "sustentam" e isso é interessante, como também tem suas rádios que do mesmo jeito também evangeliza. "Quando se tratou de jovens logo apareceu Dunga", diz o senador.

O Jejum e a Abstinência

Com o intuito de fazer penitência por nossos pecados, de melhor nos dispor para a oração e de estar unidos aos sofrimentos de Nosso Senhor Jesus Cristo, a Santa Igreja nos pede, nos tempos de penitência, que ofereçamos jejum e abstinência a Deus.

O Jejum:

Praticado desde toda a Antiguidade pelo povo eleito, como sinal de arrependi­mento, praticado por Nosso Senhor Jesus Cristo e por todos os santos, recomendado pela Santa Igreja como instrumento de santificação da alma, de controle do corpo e equilíbrio emocional, o jejum obrigatório foi sendo reduzido ao longo dos séculos.
Quando devemos jejuar por obrigação?

Na Quarta-feira de cinzas, abertura da Quaresma
Na Sexta-feira Santa, dia da morte de Nosso Senhor.

No entanto, todos os católicos devem ter a mortificação e o jejum presentes em suas vidas ao longo do ano, principalmente durante o Advento, a Quaresma e nas Quatro Têmporas, tendo sempre o espírito mortificado, fugindo do excesso de conforto e prazeres e, na medida do possível, oferecendo alguns sacrifícios a Deus, seja no comer, no beber, nas diversões (televisão principal­men­te), nos desconfortos que a vida oferece (calor, trabalho, etc.), sabendo suportar os outros, tendo paciência em tudo.
Assim sendo, mesmo não sendo obrigatório, continua sendo recomendado o jejum nas Quartas e Sextas da Quaresma e do Advento, guardando-se sempre o espírito pronto para as pequenas mortificações também nos demais dias.

Quem deve jejuar?
As pessoas maiores de 21 anos são obrigadas. Mas é evidente que os adolescentes podem muito bem oferecer esse sacrifício sem prejuízo para a saúde.
Quanto às crianças menores, mesmo alimentando-se bem, devem ser orientadas no sentido de oferecer pequenos sacrifícios, e acompanhar a frugalidade das refeições.
As pessoas doentes podem ser dispensadas (é sempre bom pedir a permissão ao padre)
As pessoas com mais de sessenta anos não têm obrigação de jejuar, mas podem fazê-lo se não houver perigo para a saúde.

Como jejuar nos dias de jejum obrigatório?
- Café da manhã mais simples que de hábito: uma xícara de café puro, um pedaço de pão, uma fruta.
- Almoço normal, mas sem carne (peixe pode), sem doces e sobremesas mais apetitosas, sem bebidas alcoólicas ou refrigerantes.
- No jantar, um copo de leite ou um prato de sopa, um pedaço de pão, uma fruta.
São inúmeras as passagens das Sagradas Escrituras referentes ao jejum. Eis algumas poucas referências:
II Reis XII,16
Tobias XII,8
Daniel I, 6-16
S. Mateus IV,1
S. Mateus VI, 17
S. Mateus XVII,20
Atos XIV,22
II Coríntios VI,5

A Abstinência de carne

Dentro do mesmo espírito de mortificação, pede-nos a Santa Madre Igreja a mortificação de não comer carne às sextas-feiras, o ano todo, de modo a honrar e adorar a santa morte de Nosso Senhor. (ficam excluídas as sextas-feiras das grandes festas, segundo a orientação do padre).
A abstinência ainda é praticada e, diferente do jejum, começa desde a adolescência, a partir dos quatorze anos.
Nas sextas-feiras do ano, e mais ainda durante os tempos de penitência, saibamos oferecer esse pequeno sacrifício a Nosso Senhor. Se vamos a um restaurante, peçamos peixe (muitos restaurantes ainda hoje servem pratos de peixe nas sextas-feiras).

O Jejum eucarístico

O jejum eucarístico é o fato de se comungar sem nenhum alimento comum no estômago, em honra à Santíssima Eucaristia.
O espírito do jejum eucarístico é de receber a Santa Comunhão como primeiro alimento do dia. Quando o Papa Pio XII modificou a disciplina do jejum eucarístico, devido à guerra, salientou que todos os que podiam deviam praticar esse jejum, chamado natural : só tomar alimento depois da comunhão. Quem assiste à Santa Missa cedo pode, muitas vezes, praticar esse jejum.
Apesar da lei eclesiástica em vigor determinar apenas uma hora antes da comunhão para o jejum eucarístico, todos os padres sérios pedem a seus fiéis que se esforçem para deixar três horas, visto que uma hora não chega a ser nem mesmo um sacrifício.
Caso as crianças ou pessoas debilitadas precisarem tomar algo antes da comunhão, com menos de três horas, procurem, ao menos, tomar apenas líquido, um copo de leite, por exemplo. Porém, tendo se alimentado com menos de uma hora antes da hora da comunhão, não se deve, de modo algum, se aproximar da Sagrada Mesa.

O jejum, a abstinência e o confessionário

Como o jejum e a abstinência fazem parte dos mandamentos da Igreja, devemos nos empenhar para praticá-los por amor de Deus. Caso haja alguma negligência ou fraqueza da nossa vontade que nos leve a quebrar o santo jejum ou a abstinência, devemos nos arrepender por não termos obedecido ao que nos ordena nossa Santa Madre Igreja, confessando-nos por termos assim ofendido a Deus.
Nos casos de esquecimento, devemos substituir essa obra por outra equivalente, como fazer o jejum em outro dia, rezar um terço, etc.
É sempre bom lembrar que a água pura não quebra o jejum.
As pessoas inclinadas à mortificação e ao jejum não devem nunca determinar um aumento de penitência sem o consentimento explícito do sacerdote responsável. O demônio usa muito o excesso de penitência corporal para enfraquecer a alma. Tudo fazer na obediência.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Jovem jardinense ganhou Copa América de TaeKwondo


O jovem, Franciedson Dantas, ganhou a Copa América de TaeKwondo 2008, que ocorreu nos dias 25,26 e 28 do mês passado, na cidade de São Paulo-SP.

Isso dá orgulho a nós jardinenses...

Santo Padre celebra Quarta feira de Cinzas


O Santo Padre, Bento XVI, celebrou hoje (06), na Basilica Romana de Santa Sabina, a primeira estaçao quaresmal com o Rito da Imposiçao das Cinzas
aos cardeais, clero e povo ali presente.
Por Padre Flávio

Como o Cristão Deve Considerar a Morte?

“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou” (Eclesiastes 3:1,2)

“Melhor é a boa fama do que o melhor ungüento, e o dia da morte, do que o dia do nascimento de alguém” (Eclesiastes 7:1).

O dia da morte do cristão é melhor do que o dia do seu nascimento. Contudo, seu nascimento foi essencial para o dia da sua morte ser melhor. Quando alguém diz que uma segunda coisa é melhor do que a primeira, deve-se entender que a primeira coisa tem valor intrínseco. Todos os dias do cristão em Cristo sobre a terra são bons, mas estar com Cristo na glória eterna será melhor. Paulo foi abençoado em Cristo sobre a terra, mas o apogeu da bênção para Paulo seria estar com Cristo na glória: “Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho. Mas, se o viver na carne me der fruto da minha obra, não sei, então, o que deva escolher. Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor. Mas julgo mais necessário, por amor de vós, ficar na carne” (Filipenses 1:21-24).

Quando as coisas estão certas, uma conclusão é melhor do que um princípio. Portanto, o fruto é melhor do que a flor, a colheita é melhor do que a semeadura, a vitória é melhor do que a guerra, a recompensa é melhor do que o dificultoso percurso do trabalho, e o bom vinho é guardado para a conclusão da jornada (João 2:1-11).

A transformação da água em vinho foi o primeiro milagre realizado por Cristo para mostrar ser Ele mesmo o cumprimento das cerimônias do Antigo Testamento. Quando o homem tiver feito tudo o que ele pode, uma grande deficiência ainda permanecerá: “Porquanto, o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne, para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito” (Romanos 8:3,4). O milagre foi operado em silêncio profundo. Nada é declarado com respeito ao método de operação. Nenhum meio foi empregado. O mesmo é verdadeiro na regeneração. Nada é declarado sobre como Cristo mudou a água em vinho. Ninguém pode traçar os princípios, pois um véu está posto sobre os atos criativos de Deus.

O nascimento introduz a depravação no mundo. Davi disse: “Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe” (Salmo 51:5). “Alienam-se os ímpios desde a madre; andam errados desde que nasceram, proferindo mentiras” (Salmo 58:3). A morte remove essa depravação. A morte que no final Paulo morreu foi apenas o estágio final de uma morte que tinha sido contínua por toda a sua peregrinação cristã (2 Coríntios 4:10-5:10).

Jó disse: “O homem, nascido da mulher, é de bem poucos dias e cheio de inquietação. Sai como a flor e se seca; foge também como a sombra e não permanece” (Jó 14:1,2 ). Nunca passa um dia na vida de um cristão quando ele não é apresentado com objetos que deveriam lhe fazer refletir sobre a sua partida final. Nenhum estágio da vida, da infância à sepultura, é isento de inquietações. Até os melhores dos santos quase não têm tempo para vestir suas almas antes de deixaram os seus corpos. A vida humana é lisonjeira em seu princípio, pois ela vem como uma flor, mas ela breve vai embora e parte sem retorno. A morte leva o cristão ao descanso eterno: “E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os sigam” (Apocalipse 14:13). Essa é uma das sete bem-aventuranças registradas em Apocalipse (1:3; 14:13; 16:15; 19:9; 20:6; 22:7; 22:14). A bem-aventurança prometida em Apocalipse 14:13 será um conforto especial durante a tribulação aos santos que não tiverem sido assassinados.

O nascimento traz todos a um estágio de morte: “E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo” (Hebreus 9:27). Ninguém deveria zombar do julgamento até que ele pudesse zombar da morte. Ninguém, senão uma pessoa insensível, ridiculariza a morte física. O que aconteceu a Adão é verdade para todos os homens: “E foram todos os dias que Adão viveu novecentos e trinta anos; e morreu” (Gênesis 5:5). Ler a história dos descendentes de Adão pode não ser interessante, mas certamente estabelece um fato importante — todo ser vivente é apontado para morrer. O outro lado dessa moeda revela que a morte é a entrada tanto para a perfeição ou glória eterna como para a punição eterna.

Deus é onipresente. Assim como Deus não pode ser medito pelo tempo, Ele não pode ser limitado pelo espaço. Além do mais, assim como nenhum lugar pode estar sem Deus, nenhum lugar pode cercá-Lo ou contê-Lo. Portanto, Deus está presente com todos pela presença de Sua Deidade, mas Ele está presente com Seus santos pela presença de Sua eficácia graciosa no tempo e de Sua eficácia graciosa na eternidade.

Lucas 16:19-31 registra um contraste entre a vida e a morte na história de um certo homem rico e um certo homem pobre chamado Lázaro. O nome “Lázaro” significa “Deus socorre”. O homem rico não era importante o suficiente para ter o seu nome mencionado. Seu nome não estava registrado no Livro da Vida. Houve uma grande diferença em suas mortes. O homem pobre morreu (nenhum funeral mencionado), e ele foi carregado pelos anjos para o seio de Abraão. O homem rico morreu e foi enterrado (Estude Jeremias 9:17,18.). Há um contraste na eternidade entre o homem rico sem nome e o homem pobre com nome, que tinha sido socorrido pelo Deus soberano.

O relato de Cristo do homem rico e de Lázaro não deve ser deixado de lado sem considerar os versículos 26-31. O homem rico era mais aguçadamente consciente da vida futura do que uma pessoa nessa vida. Ele sabia o que estava acontecendo nos três reinos: (1) seu próprio reino no Inferno (v. 24), (2) o reino que ele viu, no qual Abraão e Lázaro estavam (vv. 25, 26), e (3) o reino no qual seus cinco irmãos viviam (vv. 27-31). Hades é tabu no pensamento moderno. A punição é um mito? Remova a punição e um novo ímpeto ao crime aparecerá.


A visão que o cristão tem da morte é a seguinte:

1. A morte é a liberação final da salvação. Há mais na salvação do que meramente escapar do inferno ou ir para o céu quando alguém morre. A salvação completa não é experimentada toda de uma só vez. Cristo morreu pelas ovelhas — tempo passado. Ele vive pelas ovelhas — tempo presente. O Senhor Jesus está vindo para as ovelhas — tempo futuro. Quando o homem caiu, a queda foi completa. Seu espírito morreu imediatamente. Sua alma se degenerou progressivamente. Seu corpo morreu no final. A redenção segue a mesma ordem. Os eleitos são justificados imediatamente, santificados progressivamente e glorificados no final.

2. Morte não é cessação, mas separação da existência. O crente passa do tempo para a eternidade. Paulo usou o substantivo grego kerdos significando ganho, o adjetivo kreitton significando maior, melhor ou superior, e o advérbio mallon significando mais ou muito mais em Filipenses 1:21-23. A combinação das palavras prova que o cristão falecido não se torna inferior a uma pessoa quando ele morre: “Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada...E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo” (Romanos 8:18,23). O corpo redimido será a finalização ou perfeição do que Deus o Espírito Santo começou na regeneração. O Espírito aplicou o que o Filho de Deus providenciou em Sua morte. O que o Filho providenciou foi em favor do eleito que o Pai lhe deu antes da fundação do mundo.

3. A morte é o tratamento perfeito para todas as doenças espirituais e físicas. Não é a morte da pessoa, mas é a morte dos pecados da pessoa. O pecado é a parteira que trouxe morte ao mundo, e a morte será a sepultura para o pecado enterrado. A morte entrou pelo pecado, e o pecado sairá pela morte. Enquanto os cristãos estão na carne eles experimentam renovação interna e declínio externo (2 Coríntios 4:8-18). Quando os sofrimentos são comparados com a glória eterna, eles consideram os mesmos como nada (2 Timóteo 2:12; Romanos 8:17).

4. A morte deveria ser vista como descanso do pecado, tristeza, aflições, tentações, deserções, irritações, oposições e perseguições (Apocalipse 14:13; Romanos 5:3-5; 2 Coríntios 4:7-12). Os redimidos não são vasos de mérito, mas vasos de misericórdia. O barro não é colocado na roda da providência e deixado sem mudança. O vaso de Deus deve remir o tempo, pois os dias são maus (Efésios 5:16). Isso faz o descanso celestial do cristão ainda mais maravilhoso.

5. Morte é conquistar plena liberdade de todos os inimigos internos e externos. Os cristão serão livres do pecado interior (Romanos 7:14-25). Eles também serão livres de todas as forças das trevas e das artimanhas do Diabo (Efésios 6:10-17).

6. A morte deveria ser vista com a certeza de se ter uma escolta ilustre para escoltar o cristão (Lucas 16:22), seguindo seu caminho através do vale da SOMBRA da morte: “Ainda que eu ande pela sombra da morte (trevas profundas), não temerei mal algum” (John Joseph Owens). A escuridão pode ser intensa, mas ela é apenas uma sombra. O cristão não teme mal algum, pois “Tu (seu Pastor) estás comigo” (Veja o Salmo 23).

7. O cristão olha para a morte como uma partida da imperfeição para imperfeição (2 Timóteo 4:6). Paulo viveu uma vida espiritual progressiva. Ela não foi ausente de dificuldade, perseguição e sofrimento. Contudo, essa vida estava em preparação para a morte, pois ele aguardava a experiência com confiança alegre e expectativa esperançosa.

(Sermão pregado por W. E. Best , na Kingwood Assembly of Christ, no Domingo de 29 de Setembro de 2002)

Traduzido por: Felipe Sabino de Araújo Neto
Cuiabá-MT, 02 de Agosto de 2005.

Comunidade religiosa recebe uma nova irmã

Foto: Matheus Araújo

Irmã Andréia

A Fraternidade Nossa Senhora da Conceição da Congregação das Irmãs dos Pobres de Santa Catarina de Sena, presentes em Jardim do Seridó desde 2003, recebeu neste domingo 03/02 a Irmã Andréia Cavalcanti que veio para substituir a Ir. Cecília Lobato, a qual se encontra em Recife para tratamento de saúde.

Irmã Andréia foi recebida neste domingo pelos jovens que faziam encontro na residência dos Pobres de Santa Catarina de Senna, a qual vai permanecer por vários tempos. A irmã também começou a participar e ajudar no encontro.

A Irmã Andréia é natural da cidade de São Paulo - SP e está assumindo os primeiros trabalhos como religiosa aqui em Jardim do Seridó, pois a mesma se encontra com apenas 15 dias de profissão religiosa (Geneorista).

Desde já a comunidade de Jardim do Seridó, bem como toda a Diocese de Caicó apresenta as boas-vindas a Irmã Andréia e deseja que esta experiência sirva para o seu crescimento espiritual, intelectual e religioso.

Informações do Blog do Zonal 5

Jovens passaram o Carnaval de 2008 em orações


Irmãs dos Pobres de Santa Catarina de Senna, juntas com alguns jovens de nossa cidade, realizaram nestes últimos dias do carnaval (Domingo e Terça feira), encontros que trabalharam o tema e lema da Campanha da fraternidade 2008, como também o tempo da Quaresma, que se inicia hoje com as celebrações eucarísticas nas cidades.

Na segunda feira não houve encontro por motivo do aniversário de 13 anos de ordenação do nosso pároco, Padre Joaquim José de Oliveira.

Os encontros foram cheios de orações, reflexões, adorações, palestra, entre outros. As orações para os foliões que naquele momento estavam na folia, eram muitas.

Horários das Missas da Quarta feira de Cinzas no Zonal 5

Ouro Branco
17h - Missa na Matriz do Divino Espírito Santo.

Jardim do Seridó
16h30 – Missa na Comunidade Rural Currais Novos.

16h30 - Missa na Comunidade Rural Catururé.

19h – Missa na Matriz de Nossa Senhora da Conceição.

Parelhas
9h – Missa na Comunidade Rural Juazeiro.

16h – Missa na Comunidade Rural Cobra.

16h – Missa no Santuário de Nossa Senhora de Fátima.

19h – Missa na Matriz de São Sebastião.

19h – Missa na Comunidade Rural Barra.

Santana do Seridó
17h – Missa na Igreja de Senhora Santana.

Equador
17h Missa na Comunidade Rural Pau Ferro.

19h – Missa na Matriz de São Sebastião.


Por Blog do Zonal 5

Comentário do Evangelho – Mt 6,1-6.16-18

O SEGREDO

(Quarta-Feira de Cinzas – 03/02/2008)
Com a Quarta-feira de Cinzas, iniciamos o tempo da Quaresma: são 40 dias até a celebração da maior festa cristã: a Páscoa de Jesus. São 40 dias que lembram os 40 anos da marcha do povo de Deus pelo deserto em busca de libertação como também os 40 dias de jejum de Jesus também no deserto. É um tempo de deserto, é um tempo de interiorização, de transformação. O Evangelho desta quarta-feira de cinzas é tirado do sermão da montanha e quer nos oferecer uma ajuda a fim de nos ensinar a praticar as três obras de piedade fundamentais do cristão: esmola, oração e jejum para viver bem o tempo da quaresma. Não obstante tenha mudado o modo de praticar as obras de piedade ao longo dos séculos, permanece a obrigação humana e cristã de partilhar os bens com os pobres (esmola), viver em comunhão com Deus (oração), e saber controlar o nosso ímpeto e os nossos desejos (jejum).

As palavras de Jesus que meditamos podem fazer surgir em nós à criatividade necessária para encontrar novas formas para viver estas três práticas assim importantes da vida cristã. A esmola, a oração e o jejum eram as três práticas de piedade dos judeus. Jesus critica o fato de que as pratiquem somente para serem vistos e elogiados pelas pessoas. Ele não permite que a prática da justiça e da piedade seja usada como um meio para a promoção social na comunidade. Nas palavras de Jesus, aparece um novo tipo de relação com Deus que se desfecha para nós. Ele diz: “o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa”. Jesus nos oferece um caminho de acesso ao coração de Deus. A meditação das suas palavras com relação as práticas de piedade poderá ajudar a descobrir este novo caminho. “Ficai atentos para não praticar a vossa justiça na frente dos homens, só para serdes visto por eles. Caso contrário, não recebereis a recompensa do vosso Pai que está nos céus”.

Ao ler esta frase, não devemos pensar somente aos fariseus do tempo de Jesus, mas, sobretudo ao fariseu que sobrevive em cada um de nós. Devemos construir a nossa segurança desde dentro, não naquilo que fazemos para Deus, mas naquilo que Deus faz por nós. É esta a chave geral para entender o ensinamento de Jesus sobre as práticas de piedade. Desta forma, Mateus explica este princípio geral à prática da esmola, da oração e do jejum, dizendo antes como isto não deve acontecer e logo em seguida, como devemos fazer. Como não dar esmola. O modo errado, seja naquele tempo, como hoje, é usar um modo vistoso, para ser reconhecido e aclamado por todos como faziam os hipócritas que tocavam as trombetas nas praças. Jesus diz, aquele que age assim, já recebeu a sua recompensa. Como devemos dar a esmola. O modo correto é “que a tua mão esquerda não saiba o que faz a tua direita”. Ou seja, devo dar a minha esmola de modo que nem eu mesmo devo ter a sensação de estar fazendo uma coisa boa, que mereça uma recompensa da parte de Deus e elogio da parte dos outros.

A esmola é uma obrigação. É uma forma de partilhar algo que eu tenho com aqueles que não têm nada. Lembre-se da viúva que dava até mesmo o que lhe era necessário. Como não rezar. Falando do modo errado de rezar, Jesus menciona alguns usos e costumes estranhos daquela época. Quando a trombeta tocava para as orações, tinha gente que rezava solenemente na rua para ser considerada piedosa. Como rezar. Para não deixar sombra de dúvidas, Jesus exagera sobre o modo de rezar. Diz que é necessário rezar, no escondido, somente diante de Deus Pai para ninguém nos veja. Talvez os outros nos considerem alguém que não reza. Não nos importemos. Até de Jesus caçoaram: “Não é de Deus!”. E isto porque Jesus rezava muito à noite em lugares afastados e não se importava com a opinião dos outros. Aquilo que importa é ter a consciência em paz e ter a certeza que Deus é o Pai que nos acolhe, e não a partir da satisfação que procuro no fato que outros me apreciem como uma pessoa piedosa e que reza.

Como não jejuar: Jesus critica as práticas erradas do jejum. Havia gente que fazia cara de tristeza, não tomavam banho, usavam roupas enxovalhadas, não se penteavam, de modo que todos pudessem ver que estavam jejuando de modo perfeito. Como fazer o jejum? Jesus recomenda o modo contrário. “Quando jejuares, perfuma a cabeça e lava o rosto” de modo que ninguém perceba que você esteja jejuando, mas só teu Pai que está nos céus. Hoje uma maneira muito válida de jejuar é evitar o consumismo desenfreado. Enfim, Jesus apresenta um caminho novo de acesso ao coração de Deus aberto a cada um de nós. A esmola, a oração e o jejum não são dinheiro para comprar a graça de Deus, mas são a resposta da gratidão ao amor recebido e experimentado.

Fonte: http://pecarlos.blogspot.com/

Pe. Carlos Henrique de Jesus Nascimento
Administrador Paroquial de Ouro Branco

Quarta-feira de Cinzas

Com a imposição das cinzas, se inicia uma estação espiritual particularmente relevante para todo cristão que quer se preparar dignamente para viver o Mistério Pascal, quer dizer, a Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor Jesus.

Este tempo vigoroso do Ano litúrgico se caracteriza pela mensagem bíblica que pode ser resumida em uma palavra: " matanoeiete", que quer dizer "Convertei-vos". Este imperativo é proposto à mente dos fiéis mediante o austero rito da imposição das cinzas, o qual, com as palavras "Convertei-vos e crede no Evangelho" e com a expressão "Lembra-te de que és pó e para o pó voltarás", convida a todos a refletir sobre o dever da conversão, recordando a inexorável caducidade e efêmera fragilidade da vida humana, sujeita à morte.

A sugestiva cerimônia das cinzas eleva nossas mentes à realidade eterna que não passa jamais, a Deus; princípio e fim, alfa e ômega de nossa existência. A conversão não é, com efeito, nada mais que um voltar a Deus, valorizando as realidades terrenas sob a luz indefectível de sua verdade. Uma valorização que implica uma consciência cada vez mais diáfana do fato de que estamos de passagem neste fadigoso itinerário sobre a terra, e que nos impulsiona e estimula a trabalhar até o final, a fim de que o Reino de Deus se instaure dentro de nós e triunfe em sua justiça.

Sinônimo de "conversão", é assim mesmo a palavra "penitência" …
Penitência como mudança de mentalidade. Penitência como expressão de livre positivo esforço no seguimento de Cristo.

Tradição
Na Igreja primitiva, variava a duração da Quaresma, mas eventualmente começava seis semanas (42 dias) antes da Páscoa.

Isto só dava por resultado 36 dias de jejum (já que se excluem os domingos). No século VII foram acrescentados quatro dias antes do primeiro domingo da Quaresma estabelecendo os quarenta dias de jejum, para imitar o jejum de Cristo no deserto.

Era prática comum em Roma que os penitentes começassem sua penitênica pública no primeiro dia de Quaresma. Eles eram salpicados de cinzas, vestidos com saial e obrigados a manter-se longe até que se reoconciliassem com a Igreja na Quinta-feira Santa ou a Quinta-feira antes da Páscoa. Quando estas práticas caíram em desuso (do século VIII ao X) o início da temporada penitencial da Quaresma foi simbolizada colocando cinzas nas cabeças de toda a congregação.

Hoje em dia na Igreja, na Quarta-feira de Cinzas, o cristão recebe uma cruz na fronte com as cinzas obtidas da queima das palmas usadas no Domingo de Ramos do ano anterior. Esta tradição da Igreja ficou como um simples serviço em algumas Igrejas protestantes como a anglicana e a luterana. A Igreja Ortodoxa começa a quaresma desde a segunda-feira anterior e não celebra a Quarta-feira de Cinzas.

Plantão do Carnaval - 05/02

  • Polícia prende jovens no canal na parte da noite, enquanto isso o trabalhador do Bar O Canal jogava uma cadeira de estado amassada no chão e gritava junto com os ali presentes. Logo após a polícia foram dirigidas por uma mulher até outras imediações do canal.
  • Foi realizado o desfile das Kengas 2008, na no corredor da folia, onde teve como um dos vencedores o jovem Tony do Bloco Vagabundos dessa cidade.
  • Os papangus saíram de novo às ruas de Jardim do Seridó.
  • Jovens morreram afogados nessa terça feira nas cidades de Jardim do Seridó, Caicó e Ouro Branco.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Plantão do Carnaval - 04/02/2008

  • Ás 08h da manhã aconteceu a Missa em ação de graça pelo Aniversário de 13 anos de Ordenação Sacerdotal de Padre Joaquim José de Oliveira. Compareceram os Padres: Alcivan, Jaime, Emanuel, Carlos Henrique. Além de um bom número de fieis.

  • A tarde, como previsto, o Parque Recreativo 27 de Marco (O Mangueiral), a partir de meio-dia, apresentou o maior número de pessoas no Carnaval 2008.

  • No domingo e na segunda, um helicoptero com um proprietário de Picui-PB, pousou nas redondezas do Parque Recreativo 27 de Marco (O Mangueiral). No domingo ele pousou ás 15h50min e decolou ás 17h20min. Na segunda ele pousou ás 13h05min e decolou ás 16h.
  • Vândalos derrubam um poste do Canal no domingo.

  • Um grande número de pessoas foram a apresentação de Sakulejo e Marquinhos Carreira, Aryaxé, Lane Cardoso e Beijo de Mel.

domingo, 3 de fevereiro de 2008

Plantão do Carnaval - 03/02/2008

  • Neste domingo de Carnaval, compareceraqm mais de 2.700 pagantes no Parque Recreativo 27 de Marco (O Mangueiral).
  • O número de foliões no Parque Recreativo 27 de Marco (O Mangueiral) neste ano foi superior ao do ano passado.
  • O bloco dos Papangus saiu hoje pelas ruas de Jardim do Seridó, seguindo as tradições passadas.
  • Amanhã será o Aniversário de 13 anos de Ordenação Sacerdotal de Padre Joaquim José de Oliveira.
  • A comemoração será iniciada na Missa que começará ás 08h na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição.

sábado, 2 de fevereiro de 2008

Plantão do Carnaval - 02/02/2008

  • Policia Militar está trabalhando mais com a parte de comunicação com os foliões e não precisamente de apreensão de drogas.
  • Corredor da folia já está nos ultimos detalhes para começar a grande festa com Beijo de Mel, Circuito Musical e Pé de Lã.
  • A Rádio Cabugi do Seridó de Jardim do Seridó e o site Agita Jardim também estão fazendo cobertura no nosso Carnaval 2008 no Mangueiral e no Corredor da Folia.
  • Hospital e Maternidade Dr. Ruy Mariz está com médicos de Plantão. Hoje o plantão está sendo feito pela Dra. Priscila e nos próximos dias de folia ficará por conta do nosso prefeito e médico de nossa cidade, Jardim do Seridó.
  • O Parque Recreativo 27 de Março (Mangueiral), deu inicio ao seu carnaval do sábado às 14h com às banda Cowboys Elétrico. A senha custa apenas R$10,00.

Cidade está bastante movimentada no Carnaval - Fotos de Sábado (02/02) ás 13h30min





O carnaval

O Carnaval é um período de festas regidas pelo ano lunar que tem suas origens na Antiguidade e recuperadas pelo Cristianismo, que começava no dia de Reis (Epifania) e acabava na Quarta-feira de cinzas, às vésperas da Quaresma. O período do Carnaval era marcado pelo "adeus à carne" ou "carne nada vale" dando origem ao termo "Carnaval". Durante o período do Carnaval havia uma grande concentração de festejos populares. Cada cidade brincava a seu modo, de acordo com seus costumes. O Carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedade vitoriana do século XIX. As cidades de Paris e Veneza foram os grandes modelos exportadores da festa carnavalesca para o mundo. Cidades como Nice, Nova Orleans, Toronto e Rio de Janeiro se inspirariam no Carnaval francês para implantar suas novas festas carnavalescas.
Atualmente o Carnaval do Rio de Janeiro, Brasil é considerado um dos mais importantes desfiles do mundo. Em Portugal, existe uma grande tradição carnavalesca, nomeadamente os Carnavais de Ovar, Podence, Loulé, Sesimbra, Rio Maior, Torres Vedras e Sines, destacando-se o de Torres Vedras, Carnaval de Torres, por possuir o Carnaval mais antigo e dito o mais português de Portugal, que se mantém popular e fiel à tradição rejeitando o samba e outros estrangeirismos... Juntamente com o Carnaval de Canas de Senhorim com perto de 400 anos e tradições únicas como os Pizões, as Paneladas, Queima do Entrudo, Despique entre outras.

História e etimologia
Para alguns pesquisadores o Carnaval tem raízes históricas que remontam aos bacanais e a festejos similares em Roma; alguns historiadores mais ousados chegam mesmo a relacionar o Carnaval a celebrações em homenagem à deusa Ísis ou ao deus Osíris, no Antigo Egito. Uma outra corrente acredita que a festa iniciou-se com a adoção do calendário cristão.
A festa carnaval teve seus primeiros relatos em Roma XI. Em Roma havia uma festa, a Saturnália, em que um carro no formato de navio abria caminho em meio à multidão, que usava máscaras e promovia as mais diversas brincadeiras. Essa festa foi incorporada pela Igreja Católica, e segundo alguns a origem da palavra Carnaval é carrum navalis (carro naval). Essa etimologia, entretanto, já foi contestada. Actualmente a mais aceita é a que liga a palavra "Carnaval" à expressão carne levare, ou seja, afastar a carne, uma espécie de último momento de alegria e festejos profanos antes do período triste da quaresma.
Em 1091 a data da Quaresma foi definitivamente estabelecida pela Igreja Católica; como consequência indireta disso, o período de Carnaval se estabeleceu na sociedade ocidental, sofrendo, entretanto, certa oposição da Igreja, na Europa. Embora alguns papas tenham permitido o festejo, outros o combateram vivamente, como o Papa Inocêncio II.
À seqüência do Renascimento o Carnaval adotou o baile de máscaras, e também as fantasias e carros alegóricos. Ao caráter de festa popular e desorganizada juntaram-se outros tipos de comemoração e progressivamente a festa foi tomando o formato atual, que se preserva especialmente em regiões da França, Itália e Espanha.

Cálculo do dia de Carnaval
Todos os feriados eclesiásticos são calculados em função da data da Páscoa. Como o domingo de Páscoa ocorre no primeiro domingo após a primeira lua cheia que se verificar a partir de 21 de março, e a sexta-feira da Paixão é a que antecede o.

Fonte: Wikipédia

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Novidades no Carnaval de Jardim do Seridó

O Carnaval de Jardim do Seridó-RN está cada vez mais crescendo unida ao povo jardinense, os quais se disponibilizam à ajudarem no crescimanto do evento.

Já está confirmado o contrato do trio Paradise, da nossa vizinha Carnaúba dos Dantas, que puxará os foliões do ponto de concentração, que será o popular "canal", até o Parque Recreativo 27 de Março, O Mangueiral, pela banda Destaque.

O popular Mangueiral está com novas reformas e melhoras em sua área como reformas nos banheiros e conforto para componentes de bandas que passarão por essa referida Casa de Show. Comprove o que estamos anunciando brincando o carnaval no Mangueiral.

Obrigado a todos que fazem parte dessa história!

“Estou emocionado com a sincronia com que acontece a transmissão desta paróquia (...) nesta bonita festa...”.

Foto: Lenilson Azevedo

Padres que concelebraram junto ao Bispo Dom Delson a Missa de posse do novo
Administrador da Paróquia de Ouro Branco, Pe. Carlos Henqirue de Jesus Nascimento


Esta foi a frase do Bispo Diocesano, D. Frei Manoel Delson durante a celebração que falaremos a seguir. O bispo não participaria da celebração de posse do Pe. Carlos Henrique como novo administrador paroquial da Paróquia do Divino Espírito Santo de Ouro Branco por motivos de saúde. Porém, fez surpresa à comunidade e celebrou a Missa.

Centenas de fiéis lotaram a Matriz do Divino Espírito Santo para acompanhar a celebração, que contou também com a presença de vários padres da Diocese de Caicó, Religiosos e Religiosas, dezenas de visitantes principalmente de Parelhas, onde o Pe. Carlos Henrique desempenhava suas funções como vigário paroquial, e grande número de fiéis ourobranquenses.

Fonte: http://www.lenilsonazevedo.zip.net/

Do blog do Zonal 5

Para todos os presentes na Igreja Matriz do Divino Espírito Santo em Ouro Branco no último dia 26/01, aquela celebração foi motivo de muita emoção. Durante toda a missa o clima de tranqüilidade e harmonia correu pelo coração de todos, tornando assim uma solenidade bela e o mais importante, sem tristezas ou ressentimentos, somente alegrias.

Nós do Blog do Zonal 5 queremos parabenizar toda a comunidade Católica de Ouro Branco porque soube tão bem compreender as necessidades da Igreja, e mais ainda, soube acolher com muita dignidade o novo Administrador da Paróquia, o Pe. Carlos Henrique de Jesus Nascimento, filho da terra. Isso mostra que a nossa Diocese de Caicó está cada vez mais firme frente aos projetos do Pai do Céu.

Portanto, desejamos ao Pe. Rômulo muita luz vinda do Espírito Santo, afinal irá agora se dedicar a “formação de novos sacerdotes”, como bem frisou o Senhor Bispo Diocesano. Ao Pe. Carlos Henrique desejamos discernimento, que também procede do espírito Santo e assim possa dar a sua contribuição pastoral àquela comunidade.

Então, que a comunidade paroquial do Divino Espírito Santo ajude ao Pe. Carlos Henrique a dar continuidade aos projetos da Paróquia e possam assim crescer de forma unidade e fraterna.

Parabéns Ouro Branco...


Fonte: Zonal 5

domingo, 27 de janeiro de 2008

Nunca se existe uma só previsão

O site http://www.tempoagora.uol.com.br/ nunca tem uma só previsão. Há pouco tempo mostramos boas previsões de chuvas para o carnaval, mas agora estão mostrando a minima possibilidade de chuvas possíveis, veja a seguir:

Jardim do Seridó


Ouro Branco
Vamos ver se terminam com chuvas...

Mensagem do Pe. Rômulo aos paroquianos do Divino Espírito Santo

Foto: Pe. Rômulo

Pe. Rômulo Azevedo da Silva, novo formador do Seminário Diocesano de Caicó

O Pe. Rômulo Azevedo da Silva ex-administrador da Paróquia do Divino Espírito Santo de Ouro Branco, leva aos fiéis daquela cidade a sua mensagem de despedida, visto que neste dia 26 as 19h30, o mesmo entregou a administração da referida Paróquia ao Pe. Carlos Henrique de Jesus Nascimento.

“Queridos Irmãos e irmãs ourobranquenses que me acolheram com tanto amor nesta terra do Divino Espírito Santo e com quem vivi dois anos e cinco meses da minha vida sacerdotal. Venho por este veículo de comunicação, agradecer e louvar a Deus pelo presente que foi nossa caminhada como comunidade Católica em Cristo Jesus.

Não posso citar nomes para não cometer o pecado de esquecer ninguém, mas deixo um abraço especial a todos que estiveram do meu lado. Levo cada um em meu coração e em minhas orações. Não é momento para tristezas e sim momento de júbilo e felicitações, do mesmo jeito que o vento balança nossas árvores e continua o seu caminho, Deus, que nos conduz, me chama para balançar e ser balançado em outras pastagens. Foi isto que sempre preguei: o amor a Jesus Cristo e fidelidade ao seu projeto e a sua Igreja, não podia eu fazer o contrário justamente na hora que precisam de mim. Estou indo com saudades, mas não triste, minha alegria está no fato de ter aprendido muito com vocês e de ter recebido de Deus a coragem de sempre me declarar como um igual, um irmão caminheiro para o Reino do Pai. Louvo e agradeço ao Senhor, com vocês e em vocês senti o amor que tudo criou e tudo sustenta e pude viver a tranqüilidade de oferecer apenas o que podia, eu mesmo, com defeitos e qualidades.

Muito obrigado a todos e que Deus os retribua tudo que vocês fizeram por mim. Que o Espírito Santo os conduza, minha bênção e um beijo no coração de cada um desta linda porção da Igreja do Seridó”.

Pe. Rômulo Azevedo da Silva

Projeto resgata antigo Cinema

Foto: Lenilson Azevedo

PRÉDIO DA ANTIGA USINA, ONDE FUNCIONAVA O CINE OURO BRANCO
HISTÓRIA
Em meados de 1960, o senhor José Izaias de Lucena Filho (Zezeco) e José Donato da Nóbrega (Zezinho), ambos já falecidos - tiveram um sonho. Esse sonho resumia-se em levar a tela do cinema a uma região tão esquecida, castigada pela seca e de costumes tão tradicionais. Esses dois homens tinham uma visão de futuro invejável, eram pessoas à frente de seu tempo, muito queridas na região. O equipamento utilizado era simples, mas fazia um enorme sucesso entre toda a população local e circunvizinha.
Em pouco tempo, tornou-se a principal forma de lazer do lugar na época. O local de projeção era um galpão de uma extinta fábrica de descaroçamento de algodão (antiga Usina), mas, tempos depois, mudou-se para o Mercado Público Municipal.
Com o tempo, novas atribuições e preocupações foram surgindo – problemas de saúde – e aqueles dois homens abandonaram aquela função tão inovadora, e acabaram por vender os equipamentos.
Encerra-se assim o “CINE” de Ouro Branco, uma das únicas opções culturais e de distração daquela cidade carente culturalmente.

O RESGATE
Diante disso, o jovem Thiago Lucena, estudante de Ciências Sociais na UFRN, neto e sobrinho dos precursores do “Cine Ouro Branco”, teve a iniciativa de se resgatar e dar continuidade a essa história, através do projeto “CINE Ouro Branco: O resgate da magia e das paixões causadas pela grande tela em uma pequena cidade do interior”.
Para tanto, Thiago precisava de um colaborador que tornasse possível e concreto este sonho. Enviou uma carta, em novembro de 2006, para o diretor da WSO Multimídia e Informática, de Natal-RN, o senhor Williman Souza de Oliveira, que prontamente mostrou-se disposto a colaborar levando junto com seus equipamentos de projeção e som, alegria e os melhores sentimentos para uma população carente de cultura e opções de lazer.
Foto: Lenilson Azevedo



LOGOMARCA DA EMPRESA QUE DISPONIBILIZARÁ TODA A ESTRUTURA DO PROJETO

Em dezembro de 2007, durante o período de férias em Ouro Branco, Thiago começou a organizar os primeiros contatos para o dia em que ocorreria a exibição de filmes na cidade. Primeiramente procurou a senhora Gorete Lucena, historiadora e irmã de José Izaias de Lucena Filho (Zezeco), um dos idealizadores do CINE Ouro Branco descritos na carta. Surpreendentemente Gorete possui uma lista com todos os filmes reproduzidos no antigo Cinema. Um deles será escolhido para a seção ora proposta.
O lançamento do projeto será feito no próximo sábado, dia 02 de fevereiro, no programa Sábado Show, da Rádio Comunitária Manairama FM.A exibição dos filmes será no sábado, dia 09 de fevereiro. A cidade de Ouro Branco alegra-se com tão importante resgate histórico.


Por Lenilson Azevedo

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Padre Carlos Henrique assumirá sua nova Paróquia

Foto: Blog do Zonal 5

Padre Carlos Henrique

Amanhã (26), a Paróquia do Divino Espírito Santo de Ouro Branco celebra a posse do novo administrador paroquial da Paróquia do Divino Espírito Santo, o Pe. Carlos Henrique de Jesus Nascimento.

Padre Carlos Henrique é natural de Ouro Branco e se ordenando no ano de 2005, tendo que passar quatro anos de seus estudos em Roma, Itália.

O acontecimento da posse amanhã é por causa da Celebração Eucarística, pelo nosso Vigário Geral da Diocese de Caicó, Padre Alcivan Tadeus Gomes de Araújo, na Matriz do Divino Espírito Santo.

Na celebração serão lidas homenagens e agradecimentos pelos dois anos de Padre Rômulo como administrador da Paróquia, como também às boas vindas ao Padre Carlos Henrique que está afastado de sua ex-paróquia de São Sebastião e preparado para receber de braços abertos esta nova missão que a ele o bispo lhe confiou. Dando-se inicio a esta missão. “A missa terminou, a missão começou”.





Informações Lenilson Azevedo

Seminarista menor será enviado à Bahia para estudos

O seminarista menor, Joseilto Alves, e a Ordem dos Frades Menores Conventuais (OFM. Conv) convida a todos para a Celebração Eucarística, na qual será enviado ao Seminário São Benedito, na cidade de Itaberaba-BA.

A celebração será realizada neste domingo (27), na capela de São José, no bairro São Sebastião aqui em Parelhas-RN, o mesmo espera contar com sua a presença e oração...

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Carnaval: momento para experiência do amor de Deus

Muitos católicos deixam a Folia de Momo de lado para mergulhar de coração aberto na busca
pela alegria que só Deus pode dar

“Quem foi que disse que o cristão não pode se divertir? Se Deus está em seu coração, como deixar de sorrir?” Esse refrão da música Aleluia, Aleluia, da Banda Êxodus, tem embalado e traduzido o sentimento de muita gente. Pessoas que deixam a Folia de Momo e buscam a alegria nas coisas de Deus. São os retiros de carnaval, que se espalham cada vez mais e atraem um grande número de cristãos.

A opinião de todos que participam é praticamente a mesma: “É uma ótima oportunidade para quem não conhece a Deus. É uma experiência única”. Opinião que é partilhada por Conceição de Maria Câmara, que participou do primeiro Ágape, no início da década de 1990. Ela diz que o evento foi feito por pessoas inexperientes (com relação a eventos grandes), mas que ousaram. Quanto aos participantes, eram centenas de pessoas de todas as idades. Muitos foram por causa de amizades ou porque foram forçados pelos pais, mas, no final, ninguém mais queria sair de lá. “Lá era o céu. Ninguém queria sair dali”, relembra Conceição, com ar de nostalgia. Os primeiros Ágape’s foram realizados como retiro fechado, onde as pessoas entravam no sábado e só podiam sair de lá na quarta-feira de cinzas, pela manhã, após a missa.

Conceição relata que o que muito marcou foi a unidade de todos os que estavam lá. Ela compara com as primeiras comunidades cristãs, onde tudo era partilhado. As dores e alegrias de um eram de todos. Ela conta que nesse primeiro retiro nasceram amizades que duram até hoje.


Por Arquidiocese de Natal

Shalom promove acampamento

Foto: Jorge Corrêa

Jovens da Comunidade Shalom, organizadores do Acampamento

A Comunidade Católica Shalom realiza o 2° Acampamento de Jovens Shalom, conhecido como Acamp’s, de 21 a 26 de janeiro, no Hotel Mardunas, em São José de Mipibu.

A programação do evento é bem diversificada. Logo pela manhã há ginástica, café e adoração ao Santíssimo Sacramento. Em seguida, os participantes vão para as atividades de lazer. Na parte da tarde, há Seminário de Vida no Espírito Santo e palestras sobre Afetividade. O dia é encerrado com celebração de Missa, show louvor e apresentações artísticas. A coordenadora do Projeto Juventude, do Shalom Natal, e coordenadora do Acamp’s, Jeovana Freitas, diz que esse é o objetivo do Acamp’s: unir diversão, aventura e evangelização.
O acampamento desse ano vai contar com a presença do cantor carioca Cosme, que vem fazer um show e contar seu testemunho de vida.

Cerca de 200 jovens de todo o Rio Grande do Norte e de estados vizinhos são esperados no evento. O valor da inscrição é de R$ 130,00, incluindo alimentação, transporte e hospedagem. Mais informações com Jeovana, nos telefones (84) 3082-8117 ou 8873-6849.
Por Arquidiocese de Natal